Bairro Jardim Canadá ajuda a salvar José Guedes da cassação; vereadores Boi e Flávio do PT votam contra a abertura de processo

O Jardim Canadá e o Vale do Sol são dois importantes bairros de Nova Lima, região que sedia as maiores empresas da cidade e possui uma ampla variedade de restaurantes, casas de eventos, fábricas de cerveja, oficinas e uma população sofrida que raramente é atendida pelos poderes públicos da cidade.

A região elegeu dois vereadores: Flávio do PT, já no quarto mandato, e Boi (Expulso do PEN), em seu primeiro mandato. Ambos demonstraram, na semana passada, total falta de conexão com a população que os elegeu e votaram contra a abertura de processo de cassação contra o vereador José Guedes (DEM), que havia agredido verbalmente um cidadão humilde, líder comunitário de Honório Bicalho, numa reunião da Câmara Municipal da cidade há algumas semanas.

Flávio do PT, apesar de se proclamar “oposição” e de ter um longo histórico de desavenças com o vereador José Guedes, notório membro da base de apoio ao atual prefeito Vitor Penido (DEM), não se envergonhou de anunciar na Câmara seu voto para absolver o vereador, mas, antes de votar, fez questão de que José Guedes declarasse, no microfone, não ter conhecimento de nenhum ato de corrupção seu. Também não se sabe de nenhuma fiscalização rigorosa proposta pelo vereador Flávio em desfavor da atual administração, demonstrando, na prática, como se faz uma “oposição amiga”...

Conforme foi amplamente divulgado, José Guedes teria ameaçado “contar tudo” que sabia caso fosse cassado pelos colegas.

José Carlos Oliveira, conhecido como Boi – e apelidado pelos desafetos de “Boi de Presépio”– por sua extrema submissão aos caprichos do prefeito, mais uma vez ignorou a vontade de seus eleitores e votou contra o processo de cassação, obedecendo bovinamente as ordens recebidas.

Boi é “useiro e vezeiro” em votar contra seus eleitores e, no final de 2016, votou a favor do aumento generalizado de impostos propostos pelo atual prefeito.

Os aumentos aprovados por Boi nos Impostos Sobre Serviço(ISS), de Transmissão de Bens Imóveis (ITBI) e sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana (IPTU) atingiram “em cheio” os moradores e as empresas do seu próprio bairro, prejudicando a geração de novos empregos.

O Jardim Canadá arrecada “uma verdadeira fortuna” em impostos, mas o que mais se veem são ruas sem pavimentação, esgotos correndo a céu aberto e outros sinais da falta de assistência governamental.

O atual prefeito, Vitor Penido, possui uma alta rejeição na região e – dizem – por vingança, não procurou mudar o quadro social existente.

Espera-se que os eleitores da cidade saibam votar melhor nas próximas eleições e optem por eleger vereadores e prefeito mais interessados em suas demandas...