Câmara Municipal de Taiobeiras é responsável por quase 1/3 de todo o gasto com diárias e reembolsos dos municípios do Alto Rio Pardo

No dia 19 de maio de 2019, o canal Arame Farpado no YouTube, resolveu dar mais publicidade a dados que já são públicos, no caso os gastos com diárias e reembolsos dos vereadores de todas as Câmaras Municipais do Alto Rio Pardo (ARP), microrregião do norte de Minas. O objetivo, além de dar mais publicidade, foi poder fazer uma comparação, desse tipo de gasto, entre as cidades da mesma microrregião, conforme tabela e gráficos apresentados abaixo.

Das cidades com gasto acima da média, sendo elas: Taiobeiras, Salinas, Águas Vermelhas, Rio Pardo de Minas, São João do Paraíso e Ninheira, exatamente nesta sequência, o dado mais surpreendente foi o gasto da Câmara de Taiobeiras, que gastou em 2017 e 2018 a bagatela de R$323.008,35, numa região cuja média de gastos foi de R$67.705,81. Portanto quase cinco vezes maior que a média de gastos de todos os municípios.

Outra comparação para se mensurar o tamanho do gasto estratosférico da Câmara de Taiobeiras é que do total de R$1.150.998,69 gastos com diárias e reembolsos das Câmaras do ARP somados, só Taiobeiras corresponde a 28% do total dos gastos.

Ainda para efeito de comparação, a tabela mostra que um vereador de Taiobeiras, no quesito diárias e reembolsos, custa em média R$12.423,40 por ano, quase três vezes mais que um vereador da cidade de Montes Claros, a maior do norte de Minas Gerais com quase 500 mil habitantes, que teve um gasto de R$4.186,65 por vereador no mesmo período.

A população taiobeirense não se conforma com o tamanho do gasto. Com isso, as manifestações em redes sociais tem sido constantes, o que tem gerado uma repercussão de alto impacto negativo para o legislativo municipal, não apenas de Taiobeiras, mas de várias outras cidades cuja sensação foi de extrapolamento dos gastos dessa natureza.